Sociedade Brasileira de Análises Clínicas

  analise-clinica-sociedade A Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC) é a união de cientistas e profissionais da área de análises clínicas que se uniram, sem fins lucrativos, para poder organizar, divulgar e difundir a analise clinica. Segundo a instituição  há também uma preocupação para que haja também uma difusão dos laboratórios de análise clínica e de oferecer saúde ao povo com qualidade e de forma mais viável.


    A associação teve em início no ano de 1967, mais precisamente em 28 de novembro desse ano. Com o intuito de fender os interesses da classe, divulgar novas tecnologias que fossem favoráveis ao trabalho de análise, a SBAC se define como uma comunidade tecno-científica. O primeiro congresso da Associação aconteceu em 1971, sendo que até 2007, já haviam acontecido 34 congressos.


    Em 1972, foi fixado um “exame” para que os candidatos passassem nesse exame pudessem receber o título de especialista em análises clínicas e um ano mais tarde, junto com outros países da América Latina, fundaram a Confederación Latino-Americana de Bioquímica Clínica (COLABIOCLI). Em 1974 essa confederação se afiliou à International Federation of Clinical Chemistry (IFCC), a mais importante confederação do mundo na área de análises técnicas.


    Como medida para o controle de qualidade das atividades de análise clínica e fiscalizar os profissionais da atividade, foi criado, em 1997, o Departamento de Inspeção e Credenciamento da Qualidade, que em 2004 viria deixar de ser um departamento para se tornar uma empresa científica e trocaria de nome: passaria a ser chamado de Sistema Nacional de Creditação (DICQ). Ainda em 1997, ainda houve a afiliação da SBAC com a ABNT, adaptando seus documentos às regras corretas. Ao todo, a SBAC está filiada à ABNT, Colabiocli, Associón Mercosur de Normalización, IFCC, Conselho de Administração da Organização (ONA) e a NCCLS.

    Com o crescimento do mercado de análises clínicas e com a evolução natural, a associação foi só crescendo, sendo que hoje, existem regionais nos estados Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Paraíba, Piauí, Tocantins, Rondônia e Acre.

    Hoje, a maioria das profissões tem associações que servem para, inicialmente, reunir profissionais do mesmo ramo e lutar pelos interesses comuns da classe, assim como o sindicato. Com a SBAC, além desses interesses, é contada também a luta pela difusão da profissão, feita com palestras e congressos realizados periodicamente.